Equipe

Colunistas

Caio Barbieri –
Leia o post inicial do Templo da Bola e saiba mais sobre ele aqui

Gabriel Moreira Monteiro – No ano de 1994 eu vivia o quinto ano de minha vida, e, na tarde em que o Brasil derrotou a Suécia por 1×0 e se classificou para a final da Copa, foram pintadas tirinhas verdes e amarelas em meu rosto. Esta é minha lembrança futebolística mais antiga. Não me lembro do jogo, mas de onde estava e com quem estava, que é o norte para a minha forma de encarar o futebol, como um campo muito mais além do que o de jogo: um extenso campo de relações sociais que se encontram ao redor de bolas, redes, traves, camisas, estádios, torcidas etc. Sou alguém que gosta de futebol e se propõem a estudar, pensar e até poetizar os sorrisos e lágrimas que esta prática esportiva e social nos causa.

Melissa de Castro – Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero. Pós-graduada em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte pela FMU. Atua como assessora de imprensa há cinco anos. Apaixonada por futebol.


Faça parte da equipe, mande um e-mail para rafael@3toques.com.br